Saiba tudo sobre o Peixe Tetras são coloridos e ideais para aquários

Conheça as curiosidades desse peixinho!

O Peixe Tetras – São peixinhos simpáticos, de água doce, resistentes, e um dos preferidos na aquariofilia. Tem curiosidade sobre peixes ornamentais? Então continue a ler!

O Tetragonopterus, abreviadamente Tetra, é o modo de chamar uma infinidade de peixes, os quais têm nadadeiras quadradas, uma característica comum.

Entre os aquaristas, muitos peixes ornamentais são chamados de Tetras, mesmo não pertencendo à mesma família.

Para evitar injustiças, saiba que o Tetragonopterus é um dos integrantes da família de peixes tropicais Characidae, também comumente chamada de Caracídeos e characins.

Esses peixes multicoloridos são ideais para quem é inexperiente no aquarismo, pois se ambientam rapidamente quando transferidos para novos aquários.

Inclusive, ele é tranquilo para ornamentar aquários onde há outras espécies, no entanto, é importante para ele que seus pares o acompanhem no compartilhamento de aquários.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Enfim, há mais detalhes que você deve saber se pensa em manter esse peixe ativo no seu aquário. Então continue a ler este texto nos seguintes tópicos:

  1. Habitat e a história dos peixes Tetras
  2. Como descrever fisicamente peixes Tetras
  3. O que comem os Tetras no habitat e em cativeiro
  4. Como se reproduzem peixes Tetras
  5. Como montar um aquário para peixes

Habitat e a história dos peixes Tetras

Águas com temperatura amena, que ficam entre 18 e 28 graus, escuras e com vegetação abundante são as preferidas por peixes tropicais Characidae.

De fato, as subfamílias de Tetras africanos, típicos da África, igualmente espécies locais da América do Sul (Panamá e Costa Rica) têm influência direta na história do Tetra.

Sua preferência por córregos e rios é notável. São biotipos majestosos, muito populares entre os peixes de água doce.

Entre seus atrativos, está sua composição de cor, o que de fato, é interessante. Além disso, preferem sempre a vida em cardumes, de meia dúzia no mínimo.

De fato, entre as variedades de peixes Tetra, o Cardinal, também chamado de  Tetra-Cardeal ou Neon, por exemplo, é presente na América do Sul.

Sua cor exuberante é facilmente visível em cardumes no grande Rio Orenoco que nasce na Venezuela. No entanto, também é encontrado no afluente da Amazônia Rio Negro.

Já o Paracheirodon innesi ou Tetra Neon (verdadeiro) também pode ser visto nos afluentes do Rio Solimões.

Inclusive, ele é capturado e distribuído ilegalmente para a Europa, Estados Unidos e alguns países asiáticos por valores altíssimos.

Como descrever fisicamente o Peixe Tetras

Os Peixes Tetras são excêntricos, com cores vibrantes como o azul, verde e vermelho. Justamente por isso são mantidos vários deles em um mesmo aquário.

No entanto, se você observar o Tetra Limão, encontrado mais ao norte do Brasil  (Hyphessobrycon pulchripinnis) pode se surpreender com sua combinação de tons de cores.

Em relação ao seu corpo, estamos falando de um peixe muito pequeno, no centro é mais robusto enquanto nas extremidades é vai se alongando sutilmente.

A barbatana na cauda é heterocerca, ou seja, é simétrica e se bifurca, mas sem perder a simetria.

Há diferenças físicas entre as fêmeas e os machos, ou seja, são dimórficos. Para identificá-los basta observar enquanto descansam.

O macho tem um desenho que lembra um anzol e é todo contornado em preto, na nadadeira, mas para identificá-la é preciso ter paciência e observar o cardume durante algum tempo.

Enquanto isso, as fêmeas são maiores, no entanto, com cores menos vibrantes e com corpo alinhado.

O que comem os Tetras no habitat e em cativeiro

Esses peixes pequenos, muitas vezes, não ultrapassam 5 cm. Por serem onívoros, ou seja, comem tantos alimentos de fontes vegetais como animais.

Então, pequenos vermes que estão naturalmente na natureza, plantas subaquáticas e outros pequenos organismos que normalmente flutuam, chamados de zooplanctons.

Em aquários, os pequenos flocos em cores que você encontra em lojas especializadas em comida de peixe, são a principal fonte da dieta do Tetragonopterus.

Além desse alimento, a ração granulosa e mesmo a pelotas de camarão, servem como complementos.

Entretanto, o alimento vivo ou mesmo congelado pode ser oferecido aos seus peixinhos, especialmente quando os ovos estão para eclodir.

Um detalhe na dieta destas espécies é a alternância. É importante variar a dieta e sempre alimentá-los diariamente, uma ou duas vezes.

Como se reproduzem peixe Tetras

A reprodução em aquários e no habitat se iniciará com a condução do macho para que a fêmea libere os ovos.

Esse processo ocorre com vários pares simultaneamente, formando uma comunidade em desova, fecundação e procriação muito grande.

Depois disso eles são fecundados e imediatamente seguem para a parte mais funda do aquário.

As plantas do aquário servirão para protegê-los até que eclodam, o que pode ocorrer em até 72 horas.

Os peixinhos, após o nascimento, precisam apenas de dois dias e já se tornam independentes, inclusive, não requerem cuidados dos pais.

Entretanto, é essencial cuidado para que esses filhotes crescem e prosperam, afinal os pais, tendem a comer os ovos, dificultando, portanto, procriação em cativeiro.

Como montar um aquário para peixes

Certamente um aquário para os peixes Characidae precisa, no mínimo, representar seu ecossistema.

Sendo assim, um aquário ideal precisa ter um bom tamanho. Normalmente o tamanho ideal, pode ser considerado com 60cm de comprimento e 30cm de largura, pelo menos.

Em relação ao volume, se você optar pelo Tetra Neon, por exemplo, para 25 peixes você precisará de pelo menos 40 litros de água.

A temperatura da água é outro ponto essencial. Tetras, exceto o conhecido como Buenos Aires, que preferem temperaturas entre  23°C e 28°C.

Outro aspecto é a filtração da água e a alcalinidade. Aquários, por mais que tenham cuidado, não representam a mesma acidez da água do seu ambiente natural.

Sendo assim, semanalmente é importante substituir parte da água, algo em torno de 10%. E substituir ¼ a cada 15 dias.

Para decoração, elementos escuros servirão para destacar as cores dos Tetra, inclusive use esse critério também para o substrato.

Você pode optar por um kit completo de decoração com plantas, brinquedos, iluminação e outros.

Vale lembrar que esses peixes adoram saltar e então mantenha sempre seu aquário com tampa.

Enfim, vimos aqui que há uma extensa variedade de peixes Characidae conhecidos por Tetras.

Vimos que precisam de um bom aquário para viver e reproduzir. Além disso, é sem dúvida um dos peixes mais recomendados para iniciantes no aquarismo.

Saiba mais sobre outros peixes, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: FacebookInstagram e YouTube.

Se você gostou deste artigo, lembre-se de compartilhar nas redes sociais!

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade