A Carpa é um peixe resistente e que se adapta muito bem a diferentes ambientes

Conheça as curiosidades desse peixinho!

O Peixe Carpa – Um peixe bonito e resistente e que contempla várias espécies da família Cyprinidae. Quer aprender sobre carpas? Então continue a ler!

É difícil falarmos de carpas generalizando-as. Afinal, existem várias categorias desta espécie e cada uma com suas particularidades.

No entanto, todos são exemplares descendentes de cardumes asiáticos, africanos e europeus.

Trata-se de um peixe resistente, que se proliferam sem grandes dificuldades.

De fato, é uma das espécies interessantes para a alimentação humana no mundo todo, mas também é usada como ornamento.

Além disso, são animais que valem muito dinheiro, como, por exemplo, as espécies selvagens koi, chamadas também de Nishikigoi.

Essas carpas são encontradas no Japão em Niigata mais precisamente, e chegam a valer 2 milhões de dólares.

Neste texto vamos falar muito sobre as incríveis carpas.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Então, permaneça conosco e aproveite os seguintes assuntos:

  1. Qual a origem da carpa e como é seu habitat?
  2. Algumas espécies de carpas
  3. Como cuidar de uma Carpa
  4. Como as Carpas se comportam
  5. A sensacional dieta das Carpas
  6. Carpas são simbólicas

Qual a origem da carpa e como são seus habitats?

É fato, quando falamos de carpas, precisamos ser generalistas, porque elas são qualquer peixinho que se enquadra na família Cyprinidae.

Por isso, desde sempre, que a pesquisa reconhece várias espécies nesta família, mas todas são procedentes de águas doces da Ásia, África e Europa.

Os que vieram para América do Sul, são procedentes especificamente da China. Afinal, é neste país que as carpas são animais dignos de honras.

Como peixe ornamental, as carpas também ganharam o mundo. Pois, são coloridos com padrões de cores amplas e muito simpáticos.

No entanto, criadores experientes e mesmo pessoas comuns, criam essa espécie de peixe para comê-lo desde os povos romanos.

Nessa época, as carpas maiores eram capturadas como fonte de proteína na dieta, enquanto as menores tornaram-se peixes ornamentais.

O habitat ideal para carpas são águas de rios e lagos naturais. Não poluídas, obviamente. Mas, esse peixe é tão rústico que consegue sobreviver em condições atípicas.

Por exemplo, no Lago Aral (Ásia Ocidental) a temperatura do ar tem oscilações bruscas e uma salinidade na água altíssima, mas as carpas suportavam

Outro fato peculiar sobre sua resistência e adaptação em habitats é que ela pode também suportar altitudes variantes de zero até mais de 3800 metros.

Como já dissemos, há uma variedade redundante de carpas, portanto, é válido descreveremos algumas, como segue.

Algumas espécies de carpas

Carpa-Húngara

Certamente é a espécie mais cultivada. Sua coloração é atraente aos olhos pois oscila entre o amarelo e tons cintilantes de dourado.

Conforme as condições de criação podemos apreciar carpas desta espécie com mais de 55 quilos.

Carpa-Espelho

De fato, ela é semelhante a Húngara, mas tem escamas aleatórias preponderantes em tamanho.

Ela também prefere ficar em águas profundas como a Carpa-Húngara.

Carpa Cabeçuda

Sim ela tem uma cabeça enorme que representa 1/4 do corpo.

Igualmente tem uma enorme boca e gosta de receber o alimento mais na superfície.

Curiosamente essa carpa adora alimentos de humanos, adocicados, como, por exemplo, mel, frutas doces, etc.

Carpa Capim

Como o nome sugere, essa espécie é exclusivamente herbívora. Adora plantas em geral e podem chegar a até 15 quilos.

Esta é uma espécie comum para o policultivo devido à alta disponibilidade de adubo orgânico que produz.

Podemos mencionar ainda como carpas mais focadas para ornamentação as carpas Nishikigoi.

As Nishikigoi são resultados de mutações, são provenientes do Japão e existem há mais de 175 anos.

Elas têm cores bem vibrantes com padrões diversos – são belíssimas e muito usadas e lagoas públicas e privadas.

São bem conhecidas as seguintes:

  • Showa Sanshoku;
  • Kohaku;
  • Bekko;;
  • Carpa Black;
  • Carpa véu;
  • Goshiki;
  • Karimono azul…

Como cuidar de uma Carpa

Em síntese, as carpas são bem pacíficas e podem conviver com outros peixes tranquilamente.

Lembrando ser complicado manter esses peixes em aquários caseiros (pequenos), pois eles majoritariamente ficam bem grandes.

Um bom aquário para carpas, deve ser preenchido com 400 litros de água para 3 unidades, por exemplo.

Então, aquários externos ou açudes e lagos artificiais são os locais apropriados para carpas.

E a primeira coisa a fazer é reproduzir seu habitat.

Você pode considerar 1000 litros de água por carpa, garantir um sistema de filtração e pelo menos um metro de profundidade.

Além disso, é imprescindível observar:

  • A oxigenação: que pode ser através de uma queda de água ou bomba;
  • Observar o Ph preferencialmente entre 7 e 7,6;
  • Garantir níveis zero de amônia;
  • Observar a temperatura da água para mantê-la entre: mínima de 18 e máxima de 26 graus.

Mudar de tanque em cada fase do crescimento também é importante. Entretanto, não há necessidade de muitos elementos nesses tanques.

Certamente o ecossistema natural, como nenúfares e lentilhas-d’água, será perfeito para as carpas.

Você também pode organizar algumas cavernas e manter pedras e cascalhos para que os peixes possam botar ovos ou descansar.

Além disso, se você deseja manter carpas em uma lagoa em seu jardim, tente aplicar forro de borracha e substrato como fundo.

É necessário manter a higiene do tanque onde as carpas são mantidas.

Use somente uma escova macia e água morna para limpá-lo

Como as Carpas se comportam

A carpa se comporta conforme sua idade. Enquanto os mais jovens se sentem seguros em grandes cardumes, as mais velhas preferem menos companhia.

Entretanto, os exemplares muito grandes se isolam literalmente.

Eles se alimentam ao longo do fundo de sua fonte de água, geralmente em substratos arenosos ou lamacentos.

São peixes tímidos, porém, altamente sociáveis entre si. Mas, com o tempo, fazem amizade com seus tratadores e chegam a comer em sua mão.

Preferem nadar no fundo até o nível médio da água. E é claro, são peixes que nadam muito rápido.

Carpas tem vida longa (podem chegar a 40 anos) e uma particularidade incrível é que você nunca verá dois peixinhos carpas iguais.

Justamente por isso, muitas pessoas os chamam de reis da água doce.

Outra peculiaridade é a dieta. Carpas comem muito e de tudo, como veremos adiante.

Além disso, a reprodução é por desova e uma fêmea grande e com boa saúde pode produzir algo em torno de 300 mil ovos.

Mas isso só acontece uma vez ao ano, no fim do inverno.

A sensacional dieta das Carpas

Bom, se você quer ter um peixe que come bem, tenha uma Carpa!

São peixes de hábitos onívoros que podem consumir vegetais, frutas, comida de gente e animais pequenos.

Entretanto, a comida para esses peixinhos deve ter alto teor proteico o que ajudará a realçar a coloração.

Alimente-os com até três pequenas porções de comida duas vezes ao dia. Observe o tempo que eles se alimentam.

Se demorarem mais que 6/7 minutos para comer, então, da próxima vez, sirva uma porção menor.

Uma lista de comida para Carpa pode conter:

  • Algas;
  • Larvas de insetos;
  • Zooplâncton;
  • Pulgas d’água;
  • Camarão salmoura;
  • Alimentos congelados e rações específicas.

Carpas são simbólicas e representam coisas importantes para algumas culturas

Não poderíamos deixar de falar do simbolismo que há por trás da Carpa.

Na China é uma espécie honrada, por duas razões.

Ela é resistente e resiliente ao ponto de nadar contra correntes fortes de água e por se manter inerte quando capturada.

No entanto, ela também representa sucesso, fidelidade, fertilidade e masculinidade.

Já para os japoneses, o Nishikigoi é um peixe para ser reverenciado, porque ele traz sorte e boas energias.

Além disso, tanto no Japão como na China, dia 5 de maio, carpas em forma de bandeirolas, chamadas de Koinobori, enfeitam as ruas.

Elas são usadas para celebrar o Dia das Crianças nesses países e servem para transmitir, especialmente aos meninos, coragem e persistência.

Enfim, vimos aqui que a Carpa é um peixe incrível, com características pluralizadas e altamente adaptável.

Saiba mais sobre outros Peixes, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: FacebookInstagram e YouTube.

Você gostou deste texto? Então, compartilhe!

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade