A Tarântula tem hábitos interessantes e a capacidade de regenerar órgãos

Conheça as curiosidades desse Pet!

A Tarântula

Tarântula – exótica, é um animal que causa arrepios em alguns, mas pode se tornar um grande amigo para outros. O que deseja saber sobre tarântulas?

Manter tarântulas como animais de estimação pode ser um hobby realmente fascinante.

Afinal, elas são interessantes, ocupam relativamente pouco espaço e são bastante fáceis de manter.

No entanto, nem todas podem interagir com você, pois algumas delas têm mordidas venenosas.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Neste texto vamos falar sobre a aranha gigante que também é chamada de caranguejeira, leia o conteúdo nos seguintes tópicos:

  1. Características gerais da Tarântula
  2. Comportamento e temperamento da Tarântula
  3. Outras preocupações que devemos ter ao manusear tarântulas
  4. Particularidades surpreendentes das aranhas de estimação
  5. Como abrigar corretamente uma Tarântula
  6. Como alimentar e fornecer água para tarântulas

Características gerais da Tarântula

Existem cerca de 1.000 espécies de tarântulas na família Theraphosidae.

Elas são nativos de muitas áreas e climas, incluindo lugares áridos, subtropicais e tropicais.

Uma das espécies mais populares mantidas como animal de estimação é a rosa chilena (Grammostola rosea).

Uma aranha nativa do Chile que geralmente é fácil de cuidar.

Falando de modo geral, uma Tarântula, pode chegar na sua fase adulta, de 12 até 20 centímetros de comprimento.

De fato, algumas são enormes e assustadoras, no entanto, não são uma ameaça para humanos.

Trata-se ainda de uma espécie com vida longa (5 a 20 anos), sendo que as fêmeas geralmente vivem mais que machos.

Comportamento e temperamento da tarântula

As melhores tarântulas para iniciantes são tipicamente os habitantes do solo, como a tarântula de cabelo encaracolado.

Elas tendem a se mover mais lentamente, o que torna mais fácil qualquer manuseio necessário.

Em geral, as espécies que vivem em árvores são mais difíceis de cuidar porque são rápidas e ágeis, tornando o manuseio difícil.

O manuseio de tarântulas não é recomendado, exceto quando necessário, como remover a aranha de seu compartimento para limpeza.

Nesse caso, é melhor persuadir a aranha a entrar em um pequeno contêiner para transporte, em vez de movê-la em suas mãos.

As tarântulas geralmente são dóceis, razão pela qual algumas pessoas permitem que suas aranhas andem sobre seus corpos.

No entanto, as tarântulas morderão ao se sentirem ameaçadas, e suas mordidas são venenosas.

Algumas espécies (não podem se tornar um pet), pois têm veneno, portanto pode deixar a pessoa extremamente doente ou mesmo levar a óbito.

Contudo, para a maioria das espécies, a toxicidade de seu veneno é muito parecida com a de uma abelha ou vespa.

Pode causar uma reação local desagradável que inclui dor, vermelhidão e inchaço.

Embora algumas pessoas possam ter reações alérgicas mais graves que requerem cuidados médicos imediatos.

Outras preocupações que devemos ter ao manusear uma Tarântula

Outra preocupação que devemos ter ao tocar em uma Tarântula é que podemos sofrer uma irritação na pele.

Esse desconforto é causado por minúsculos pelos farpados em seus abdomens.

Ao se sentirem ameaçadas, as aranhas geralmente liberam esses pelos, que podem penetrar na nossa pele causando coceira e irritação.

Além disso, se os pelos entrarem em seus olhos, podem causar inflamações graves.

Sendo assim, tome cuidado para não esfregar os olhos após manusear a aranha e seu invólucro.

Lembre-se de lavar bem as mãos imediatamente após tocar em uma Tarântula em água corrente e com sabão.

Além disso, não permita que crianças e outros animais de estimação entrem em contato com aranhas.

Particularidades surpreendentes das aranhas de estimação

Embora exija mais cautela para lidar com uma Tarântula, em geral, ainda é bastante simples de manter.

E são uma boa escolha para pessoas que querem um animal quieto que não requeira muita atenção.

Basicamente, você vai gastar algumas horas por semana com alimentação e limpeza. Então, simplesmente pode desfrutar observando este animal único.

A Tarântula geralmente está mais ativa quando estão caçando presas vivas.

Caso contrário, ele normalmente passará muito tempo em um estado aparentemente repousante.

Outra particularidade de aranhas é que passam pelo processo conhecido como Ecdise ou Muda.

São momentos em que precisam substituir seu exoesqueleto, durante toda a vida para fêmeas e para machos até que ficam adultos.

Nesse procedimento, a aranha substitui além da sua parte externa, órgãos internos, como genitálias, estômago e, além disso, podem regenerar órgãos.

Como abrigar corretamente uma Tarântula

As aranhas não são animais sociais e geralmente devem ser alojadas individualmente em uma gaiola.

Elas precisam de uma tampa segura para seu gabinete, pois podem fugir facilmente, mas a tampa também deve ter ventilação.

Para Tarântulas que vivem no solo, a regra geral é que o comprimento do cercado deve ser cerca de três vezes a envergadura da perna da aranha.

E a largura do cercado deve ser o dobro de sua envergadura. A altura, no entanto, precisará ser igual à envergadura da perna da aranha.

Um tanque maior não é necessariamente melhor, pois pode tornar a presa mais difícil de encontrar.

Para espécies que vivem em árvores, escolha também um cercado com três vezes a largura da perna e duas vezes a largura da perna.

A altura deve ser de cerca de trinta centímetros, além disso, inclua galhos nos quais a aranha possa escalar e construir sua teia.

Forre a parte inferior do gabinete com uma camada de vermiculita, ou misture-a com terra de envasamento e/ou turfa.

Lembrando que tarântulas também precisam de um lugar para se esconder.

Um pedaço de cortiça, meio tronco oco (geralmente disponível em pet shop) ou meio vaso de barro ao lado são boas opções.

Em síntese, as tarântulas não precisam de luzes fortes e devem ser mantidas longe da luz direta do sol.

Em geral, também não precisam de lâmpadas de calor, pois a maioria das espécies fica bem em temperatura ambiente.

Algumas espécies exigem altos níveis de umidade, o que você pode conseguir nebulizando o recinto diariamente.

Limpe o compartimento conforme necessário e remova os alimentos não consumidos diariamente.

Como alimentar e fornecer água para Tarântulas

Alimente sua Tarântula com uma dieta de grilos complementada com outros insetos, incluindo farinha de larvas e baratas.

No entanto, Tarântulas grandes podem até receber ratos mindinhos e pequenos lagartos.

Em geral, o tamanho do alimento deve ser menor que o corpo da aranha.

Os adultos podem ser alimentados cerca de uma vez por semana, enquanto os jovens podem comer todos os dias ou dois.

Simplesmente coloque a presa perto de onde sua aranha está no recinto.

A alimentação é melhor feita à noite, quando a Tarântula está mais ativa.

Consulte seu veterinário para saber a quantidade e variedade adequadas para alimentar sua aranha.

Afinal, a dieta pode variar de acordo com a idade, tamanho e espécie.

Um pequeno prato de água fresca deve ser fornecido o tempo todo. Deve ser muito raso para evitar afogamento.

Concluímos afirmando que tarântulas são animais curiosos e uma boa opção se você deseja algo diferente.

Visite nossa Lojinha, lá temos os melhores produtos para o seu Pet. Afinal, eles são muito especiais e sempre merecem um presentinho!

Saiba mais sobre outros animais exóticos, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: Facebook e Instagram.

Achou interessante o que trouxemos aqui sobre a Tarântula?

Então compartilhe com seus amigos e amigas, acreditamos que também vão gostar de saber mais sobre ela!

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade