Conheça o Mandarim um pássaro com estética e hábitos incríveis

Conheça as curiosidades desse Pet!

O Mandarim

Mandarim – Ele tem um belo visual, é forte mesmo sendo tão pequeno e é considerado um pássaro monogâmico. Quer saber mais sobre os mandarins?

De fato, esse é um pássaro mantido em gaiola já faz muito tempo, pelo menos há um século.

Cientificamente ele é nomeado de Taeniopygia guttata, portanto pertencendo à família Estrildidae, assim como o bico-de-lacre.

Temos muito o que falar sobre os passeriformes mandarins e faremos isso neste texto.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Sendo assim continue a ler nos seguintes subtítulos:

  1. Como é a aparência de um Mandarim
  2. Como é a dieta do pássaro Mandarim
  3. Origem e habitat do Mandarim
  4. A vida conjugal dos mandarins é sensacional
  5. Como se comportam os mandarins?
  6. Criando o pássaro Mandarim em casa
  7. Cuidando do Pássaro Mandarim

Como é a aparência de um Mandarim

O Mandarim (que também é conhecido como Diamante mandarim) é um pássaro de porte pequeno.

Pois, seu corpo mede entre 10 e 12 cm de comprimento e sua média de peso é de 12 g.

Ele possui listras pretas e brancas que podem ser encontradas na garupa e cauda superior.

Entretanto, na maior parte do corpo, eles são cinza-azulados.

Descendo do olho, há uma listra preta com uma listra branca situada entre este e o bico.

Enquanto isso, nas laterais apresentam estrias castanhas-alaranjadas com manchas brancas.

Grande parte da barriga é branca com estrias pretas. Na parte superior do tórax e garganta, eles têm listras brancas e pretas.

Os machos têm uma mancha castanha na face que está ausente nas fêmeas, permitindo que sejam distinguidos.

Outra característica é o bico laranja volumoso que os ajuda a quebrar as sementes.

Em relação aos olhos, o olho desses pássaros é de cor vermelha. Suas pernas e pés são coloridos de amarelo alaranjado.

Como é a dieta do pássaro Mandarim

O Mandarim é um onívoro, ou seja, em sua dieta deverá conter sementes, frutas e fontes proteicas ocasionalmente.

Basicamente, o consumo de insetos ou mesmo larvas de tenébrio, aumentará na época de reprodução, enquanto eles alimentam os filhotes.

Além disso, o diamante-mandarim, é um vegetariano nato e então, legumes frescos podem ser oferecidos regularmente.

Para pássaros em cativeiro, a barra de semente com mel é uma excelente ideia visando variar a dieta.

Lembrando que uma fonte de cal também deve ser mantida em seu cativeiro.

Qual é origem do Mandarim

Em síntese, os mandarins são nativos da Austrália e Timor.

Na Austrália, por exemplo, podem ser encontrados em grande parte do continente evitando apenas o litoral e a Península do Cabo York.

As populações introduzidas podem ser encontradas em Portugal e Porto Rico.

Sua ampla variedade significa serem encontrados em muitos habitats, incluindo floresta, savana, arbustos e pastagens.

Eles geralmente vivem perto de um curso de água.

A vida conjugal dos mandarins é sensacional

A reprodução ocorre durante todo o ano em cativeiro, desde que as condições sejam adequadas. Na natureza, tende a ocorrer entre outubro e abril.

Os pares se formam para toda a vida, com o macho e a fêmea participando dos cuidados com os filhotes.

Os machos executam uma dança de cortejo para atrair uma parceira.

A fêmea é responsável por escolher o local do ninho enquanto o macho coleta o material de nidificação.

Em raras ocasiões, eles foram observados aninhando-se em uma cavidade no solo.

No ninho, a fêmea deposita de quatro a seis ovos. Estes são colocados ao longo de alguns dias.

O macho e a fêmea compartilharão as funções de cuidar do ninho durante o período de incubação de 14 dias.

No entanto, são pássaros que permanecem 21 dias no ninho, quando tem filhotes.

Durante esse tempo, a fêmea é quem permanece no ninho, enquanto o macho coleta a maior parte da comida.

Assim que os filhotes deixam o ninho, os pais podem produzir outra ninhada na mesma estação reprodutiva.

Pássaros Mandarim possuem maturação rápida. Levará apenas 70 a 80 dias para que estejam sexualmente maduros e prontos para acasalar.

Como se comportam os mandarins?

Quando não estão reproduzindo, formam bandos que podem incluir até 100 membros.

Esses bandos se dividirão em grupos menores com mais ou menos 50 membros durante a temporada de reprodução.

Curiosamente, cada grupo tem uma chamada distinta e eles usam isso para se comunicar.

Criando o pássaro Mandarim em casa

Existem duas maneiras diferentes de abrigar mandarins: em aviários ou em uma gaiola.

Claro, um aviário oferece a melhor acomodação, permitindo que eles se comportem com muito mais naturalidade.

Ao mesmo tempo, muitas pessoas os mantêm com sucesso em gaiolas em casa.

Se você pensa em fazer isso, é importante reconhecer que são pássaros que tendem a voar e pular o dia todo.

Eles tendem a ser muito mais ativos do que muitos outros pássaros de gaiola populares.

Como resultado, apesar de seu tamanho diminuto, eles idealmente requerem uma gaiola de bom tamanho.

Gaiolas longas são muito mais apropriadas do que gaiolas redondas, permitindo que elas se movam de uma extremidade à outra da gaiola.

Entretanto, você deve ter cuidado para garantir que as barras da gaiola estejam próximas o suficiente para evitar fugas.

Afinal, o Mandarim é compacto e pode se espremer através de fendas surpreendentemente pequenas!

Sendo assim, a base da gaiola deve ser protegida, seja com areia solta para pássaros ou lençóis de areia.

Na verdade, areia solta representa a melhor opção, já que os pássaros podem se mexer nela.

Ao mesmo tempo, isso pode criar uma quantidade surpreendente de sujeira e poeira, já que a areia é jogada para fora da gaiola durante as atividades diárias normais.

Cuidando do Pássaro Mandarim

Você vai se surpreender com a socialização deste pássaro. Então, será desagradável mantê-lo sozinho.

Eles aceitarão prontamente outros, e não há problemas com grupos mistos ou do mesmo sexo.

Portanto, certifique-se de comprar pelo menos dois mandarins para viverem juntos e fazerem companhia um ao outro.

Além disso, também apreciam um banho regular para manter suas penas em ótimas condições.

Isso pode ser fornecido de várias maneiras.

Em primeiro lugar, um pires de água pode ser colocado na gaiola, ou uma grande tigela de água pode ser usada para o mesmo propósito.

Alternativamente, as aves podem ser pulverizadas suavemente usando água morna da torneira.

De qualquer forma, certifique-se de remover toda a água aberta muito antes de escurecer.

Permitindo que suas aves sequem e se aqueçam antes de iniciarem seu poleiro noturno. Um pássaro molhado pode facilmente desenvolver hipotermia.

Enfim, vimos aqui que o Mandarim é um pássaro incrível e com estética única. Ele certamente é um amigo para pessoas solitárias ou famílias.

Visite nossa Lojinha, lá temos os melhores produtos para o seu Pet. Afinal, eles são muito especiais e sempre merecem um presentinho!

Saiba mais sobre outras aves, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: Facebook e Instagram.

Você achou legal o que falamos aqui? Então compartilhe este conteúdo no seu Facebook!

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade