Como cuidar, temperamento e muito mais sobre o Gato Angorá

Conheça as curiosidades desse Pet!

O Gato Angorá

Gato Angorá é uma raça belíssima e certamente uma ótima opção se você quer um companheiro em casa. Saiba mais sobre os angorás neste texto!

Amado em sua Turquia natal, o Angorá Turco é possivelmente o único gato doméstico mantido e criado em um zoológico.

Por um tempo, esses gatos lindos, inteligentes e régios foram considerados surdos!

Veja esse vídeo do Gato Angorá:

E também foram tão usados ​​ em cruzamentos para desenvolver a raça persa que quase foram levados à extinção.

Embora ainda seja uma raça rara hoje, o Angorá Turco tem seguidores devotados em todo o mundo.

Principalmente entre as pessoas que querem um gato de pelo comprido macio e visualmente magnético.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Quer mais informações sobre essa raça de gato? Então o que tem a fazer é acompanhar todos os subtítulos abaixo:

  1. A história do Gato Angorá
  2. Como é fisicamente um Gato Angorá?
  3. O que você deve saber sobre o temperamento do Angorá?
  4. Necessidades específicas do Gato Angorá
  5. Cuidados com o Gato Angorá
  6. Informações sobre a saúde do Gato Angorá

História do Gato Angorá

Os ancestrais selvagens do Angorá Turco, por exemplo, foram alguns dos primeiros gatos domesticados no Crescente Fértil do Oriente Médio.

Trata-se de uma raça antiga, e os europeus os notaram por volta do século 16.

No momento quando sua pelagem longa, branca e brilhante, acabaram tornando-os apreciados como reprodutores do gato persa.

Tão prolífico foi esse processo de procriação que quase levou os angorás à extinção no final do século 19.

Quando suas próprias linhagens tiveram um segundo plano na construção da persa. O angorá turco foi salvo do esquecimento pelas pessoas do seu país de origem.

Foi então que começaram a coletar angorás brancas para reprodução e preservação no Zoológico de Ankara no início do século 20.

Eles procriaram. No entanto, em meados da década de 60, a Turquia começou a exportar esses gatos.

Foi então, depois de 1960, que os casais reprodutores de angorás começaram a chegar ao Canadá e aos Estados Unidos.

Hoje, os angorás ainda são uma raça rara.

E de fato todos os gatos desta espécie registrados ainda devem ser capazes de rastrear sua linhagem até o Zoológico de Ankara.

Como é fisicamente um Gato Angorá?

O angorá é um gato de tamanho médio com uma aparência delgada e delicada ao mesmo tempo.

No entanto, os originários do zoológico de Ankara na Turquia, têm uma constituição um pouco mais substancial.

Mas todos têm uma postura digna e real e se portam com graça.

A pelagem angorá é longa, muito macia e vem em uma grande variedade de cores e variações.

O branco é tradicionalmente a cor mais popular, mas também podem ser encontradas em preto, vermelho, marrom e cinza.

Suas cabeças são pequenas e redondas, com orelhas largas e grandes olhos amendoados.

Podem ser de âmbar, verde, azul ou em um par heterocromático azul/âmbar, ou azulado/verde.

O que você deve saber sobre o temperamento do Angorá?

De fato, o Gato Angorá é muito inteligente.

Eles são gatos incrivelmente sociais que desenvolvem laços fortes com suas unidades familiares.

Embora possam frequentemente escolher um em particular para se relacionar mais intimamente.

Além disso, eles aceitam alegremente outros gatos, assim como cães.

E seu jeito e postura naturalmente de comandante, tendem a colocá-los como o alfa em uma casa muito rapidamente.

Os angorás adoram brincadeiras espirituosas, seja com seus companheiros humanos ou sozinhos.

Uma variedade de brinquedos irá mantê-los entretidos.

E ele possui traços independentes. Isso significa que eles sairão bem se deixados sozinhos por longos períodos.

Lembrando serem gatos que adoram lugares altos.

Então dar-lhes algum tipo de ponto de vista elevado para sentar e observar a casa será apreciado por eles.

Se não for designado um, eles provavelmente irão ficar um em cima de uma estante de livros ou de qualquer ponto mais alto.

De fato, a surdez é uma característica comum no Gato Angorá. Entretanto, isso não parece afetar sua qualidade de vida.

A maioria dos angorás vive uma expectativa de vida normal e saudável.

Eles podem, no entanto, soar mais altos do que o normal ao vocalizar, visto que não podem ouvir suas próprias vozes e são incapazes de modular.

Necessidades específicas do Gato Angorá

Uma variedade de brinquedos e um lugar alto para se sentar serão importantes para o seu angorá.

A raça pode se dar bem com crianças se socializada com eles bem o suficiente.

Embora as crianças mais pequenas devam ser alertadas de não puxar seus pelos longos ou puxar as caudas.

Eles gostam da companhia de outros animais e toleram bem os cães.

Mas tendem a se dar bem sozinhos e, tradicionalmente, não exibem muitos comportamentos de estresse se deixados sozinhos.

Cuidados com o Gato Angorá

Essa raça de gato não solta pelo, o que torna o penteado bastante fácil. O que provavelmente é uma coisa boa.

Afinal, você precisará dedicar-se a escova-los duas vezes na semana para manter seus pelos brilhantes e com boa aparência.

Essa frequência é o suficiente, pois seu pelo é fino o suficiente para não se emaranhar tão facilmente.

Entretanto, continuará a crescer até os 2 anos, então espere que as sessões de escovação sejam mais demoradas conforme seu gatinho cresce.

Ficar de olho nas orelhas e ao redor dos olhos também é importante.

Pois, o pelo mais comprido pode prender a sujeira ao redor dessas áreas, o que pode levar à infecção.

Um pano úmido ao redor dos olhos e orelhas deve ser suficiente para remover qualquer acúmulo.

Informações sobre a saúde do Gato Angorá

Por um longo período no século XIX e antes, presumia-se que todos os angorás eram surdos.

Embora certamente não seja o caso, é um problema maior na raça do que na maioria.

Parece haver uma conexão entre o gene para pelo branco e olhos azuis e a audição da raça.

Assim, gatos brancos com olhos azuis têm uma chance maior do que a média de serem surdos.

Esse potencial se estende aos gatos de olhos estranhos, sendo que o lado que tem o olho azul é surdo.

A Ataxia Hereditária é uma condição rara, mas grave, em alguns gatos angorá.

Os gatinhos afetados pela doença têm movimentos de tremor e não sobrevivem até a idade adulta.

Vimos neste texto um pouco sobre a história do Gato Angorá, suas particularidades, cuidados e doenças que podem afetá-lo.

Por fim, lembramos que esse é um pet que pode trazer muita alegria para sua vida, pois é certamente um companheiro fiel.

Visite nossa Lojinha, lá temos os melhores produtos para o seu Pet. Afinal, eles são muito especiais e sempre merecem um presentinho!

Saiba mais sobre outros gatos, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: Facebook, Instagram e YouTube.

E se você gostou do texto, compartilhe no seu Facebook, temos certeza que mais pessoas gostariam de saber mais sobre esse adorável gato.

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade