Saiba tudo sobre a inteligente e atrevida Calopsita

Conheça as curiosidades desse Pet!

A Calopsita

Calopsita – uma ave que veio de longe para alegrar famílias brasileiras. Quer saber mais sobre calopsitas e como deve proceder para adotar uma?

Com suas cores vibrantes, cabelos moicanos e personalidades atrevidas, as calopsitas podem certamente ser animais de estimação maravilhosos.

Mas você sabe o suficiente sobre essa espécie de pássaro?

Veja esse vídeo da Calopsita:

Apesar de sua pequena estatura, calopsitas requerem muita atenção e manutenção.

Você deverá alimentá-las, levar ao veterinário, limpar sua gaiola e interagir com ela, inclusive, deixá-la livre (pela casa) de vez em quando.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Neste texto então, está tudo que você precisa saber sobre essas belas aves, então leia os seguintes tópicos:

  1. Qual é a origem da Calopsita
  2. Temperamento e características da calopsita
  3. Como cuidar da sua calopsita
  4. O que precisa saber para cuidar de uma calopsita
  5. Alguns detalhes sobre a saúde e reprodução das calopsitas
  6. Interaja com sua Calopsita

Qual é a origem da Calopsita

Calopsitas são nativas das regiões semi-áridas da Austrália, preferindo ambientes abertos.

Pois, lá podem forragear no solo, diferente das densas florestas tropicais que outras aves (como papagaios) preferem.

De fato, calopsitas podem ser encontradas facilmente em todo território Australiano, com exceção na Tasmânia.

A popularidade desta ave, no entanto, não deve ser nenhuma surpresa, já que eles foram domesticados há anos.

A tendência na indústria de psitacídeos foi de pássaros maiores para pássaros menores.

Devido a seu tamanho menor – e comportamento mais silencioso – as calopsitas muitas vezes podem ser abordadas com mais facilidade do que outras aves.

Assim, potencialmente tornando-as mais atraentes para os pais de estimação com interesse em viajar.

Temperamento e características da calopsita

O temperamento da calopsita também pode contribuir para sua popularidade como animal de estimação.

Eles são ótimos “primeiros pássaros” para muitas famílias porque eles não são tão complicados de cuidar.

Logo, qualquer iniciante em pets pode dar conta.

Eles são grandes o suficiente para ter personalidades interativas e podem dizer algumas palavras se você trabalhar com eles.

Mas também são muito sociáveis ​​e adoram sair com seus familiares.

Além disso, eles não são tão grandes a ponto de, por exemplo, assustar crianças menores.

Calopsitas também podem ser descritas como brincalhonas e sociais.

Em geral, essas aves gostam de interagir com as pessoas, mas devem ser manuseadas com cuidado devido ao seu tamanho menor.

As crianças, em particular, devem ser supervisionadas em torno de calopsitas e ensinadas a manuseá-las com cuidado.

Sem comprimir o peito, para que a respiração não seja interrompida.

Como a maioria das aves, elas tendem a ter uma expectativa de vida bastante longa e podem viver até os 20 anos.

Então é importante ter em mente que seu novo amigo de penas ficará em sua casa por um bom tempo.

Além disso, se você já tem outro pássaro, pense duas vezes antes de trazer uma calopsita para casa.

A menos que planeje mantê-los morando em gaiolas separadas.

Na verdade, não dá para saber se ele vai se dar bem com outro pássaro, a menos que você os tenha criado juntos desde quando eram jovens.

Eles podem ser apresentados a outras aves, mas de fato não é recomendado tê-los na mesma gaiola.

Como cuidar da sua calopsita

Antes de trazer uma para casa, considere alguns dos vários fatores que você precisa aprender para cuidar de seu novo amigo.

Embora fosse uma convenção alimentar aves apenas com sementes, os especialistas geralmente recomendam uma dieta composta principalmente de pellets.

Eles fazem pellets especificamente para o seu tipo de ave e são nutricionalmente completos.

Então cerca de 70 por cento da dieta da sua calopsita deverá ser com esses pellets.

Fora os pellets, os outros 30 por cento da dieta de sua calopsita podem ser compostos de frutas e vegetais frescos em pequenas quantidades.

Lembrando que calopsitas têm alta necessidade de vitamina A.

Então pimentões, cenouras, batatas-doces e tomates são ótimos para alimentar seus pássaros em pequenas quantidades.

Fique longe de abacates e cebolas, que podem ser tóxicos para os pássaros.

Assim como qualquer coisa com sal, chocolate ou cafeína.

Em caso de dúvida, sempre pergunte ao seu veterinário antes de alimentar seu pássaro com algo novo.

Lembre-se também de que seu pássaro provavelmente comerá durante todo o dia, o que é bom.

Mas no final do dia, certifique-se de remover quaisquer frutas ou vegetais que foram deixados para trás e podem ficar estragados na gaiola.

O que precisa saber para cuidar de uma calopsita

Na natureza, elas estão constantemente gastando as unhas pulando em galhos e pedras.

Entretanto, em cativeiro, você mesmo precisará aparar as unhas a cada dois meses.

Um pequeno cortador de unhas destinado a um bebê humano pode ser usado para aparar as unhas com segurança.

Contudo, fique longe do vaso sanguíneo rosa avermelhado no meio da unha que pode sangrar se for cortado.

Alguns detalhes sobre a saúde e reprodução das calopsitas

Donos de calopsitas devem estar atentos a problemas reprodutivos em suas aves.

Elas são reprodutivamente ativas e possuem a capacidade de botar ovos a cada 48 horas.

Para as aves domésticas, essa postura prolífica pode levar a problemas como ovos que ficam presos no trato reprodutivo e outros problemas.

Essas aves também podem desenvolver outros problemas médicos, incluindo infecções bacterianas, deficiências nutricionais e insuficiência renal.

A maioria das pessoas não leva seus pássaros ao veterinário, mas você deve levar sua calopsita assim que conseguir e depois anualmente.

Quanto mais velhos ficam, maior é a probabilidade de desenvolverem problemas como aterosclerose, gota (ou insuficiência renal),

Ou então outras doenças associadas ao envelhecimento.

Como essas aves são presas, muitas vezes escondem seus sinais até ficarem realmente doentes.

Então você pode nem ser capaz de dizer que algo está errado até que seja tarde demais.

É importante estar sempre à frente dos problemas médicos.

Interaja com sua Calopsita

Você sabia que é possível ensinar algumas palavras a sua calopsita?

Exatamente! Essa ave, além de assoviar lindas canções, consegue aprender palavras e repeti-las circunstancialmente.

Além disso, é uma ave que se comunica pela sua crista. Quando inquieta ela empina a crista e significa que está calma quando ela está baixa.

Vale lembrar que essas são aves monogâmicas, portanto, uma fêmea pode aguardar por algum tempo para acasalar, até encontrar o parceiro ideal.

Outro detalhe é que uma vez adotada, uma calopsita não poderá ser solta na natureza, pois são animais de cativeiro.

Enfim, calopsitas são umas gracinhas, mas demandam cuidados corretos.

Vimos aqui que manter uma calopsita é uma grande responsabilidade. No entanto, é um pet maravilhoso pois transmite uma alegria incomum.

Visite nossa Lojinha, lá temos os melhores produtos para o seu Pet. Afinal, eles são muito especiais e sempre merecem um presentinho!

Saiba mais sobre outras aves, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: Facebook, Instagram e YouTube.

E se você gostou do texto, não deixe de compartilhar no seu Facebook para que mais pessoas conheçam essa ave incrível.

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade