Saiba tudo sobre o Peixe Palhaço o adorável Nemo

Conheça as curiosidades desse peixinho!

O Peixe Palhaço – Ele tem um colorido que atrai olhares, mas ele também é simpático e já foi estrela de uma grande produção cinematográfica. Saiba mais sobre ele!

Antes de tudo é importante frisar que vários são os peixinhos chamados por palhaços, os quais pertencem à família Pomacentridae do gênero Amphiprion.

Há pelo menos 30 espécies que se enquadram nessa família, sendo a subfamília Amphiprion ocellaris a que compreende o maior número da espécie.

Tanto que um dos peixes mais famosos do mundo o Nemo é um Amphiprion ocellaris.

De fato, este peixe, além de uma aparência única e cheia de personalidade, tem ainda características que fogem do convencional, por exemplo, o gonocorismo.

Enfim, este curioso peixe tem muitas particularidades e nós vamos falar sobre elas no decorrer deste texto.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Então, aproveite a leitura dividida nos seguintes subtítulos:

  1. A origem do inspirador Peixe Palhaço
  2. Características físicas marcantes do Peixe Palhaço
  3. Curiosidades sobre as espécies de peixes palhaço
  4. Cuidados com um Peixe Palhaço em cativeiro
  5. Pomacentridae são peixes cheios de personalidade e temperamento impositivo
  6. Qual a principal dieta para o Peixe Palhaço
  7. Principais doenças que um Peixe Palhaço pode desenvolver

A origem do inspirador Peixe Palhaço

Em síntese, peixes Pomacentridae vivem em águas salgadas, nas regiões da Grande Barreira de Corais da Austrália e podem ser encontrados no oceano Pacifico e Índico.

A subfamília Amphiprion ocellaris é a do peixinho que inspirou a produção do filme Procurando Nemo, de fato, no desenho a representação do peixe original é idêntica.

Esses peixes costumam viver com a família dentro de outra espécie marinha chamada anêmonas.

Embora essas anêmonas se parecerem com algas, também são animais invertebrados.

O bichinho que se parece com uma planta é uma espécie carnívora que se alimenta de outros animais marinhos, soltando uma substância capaz de envenenar suas presas.

No entanto, existe uma relação muito harmoniosa entre as anêmonas e os peixes palhaços! Visto que apenas esse peixe é imune a substância venenosa que ela libera.

Assim, espécies de Peixe Palhaço e suas famílias vivem entre os tentáculos das anêmonas.

Em contrapartida, ela se alimenta com as sobras que os peixes deixam de suas refeições.

Além disso, ele também limpa os parasitas de sua “protetora”.

Características físicas marcantes do Peixe Palhaço

Peixes palhaços tem esse nome justamente por suas cores exóticas, portanto, inconfundíveis quando partilham os mesmos espaços com outras espécies de peixes.

Eles costumam ter cores vibrantes, sendo as cores mais comuns encontradas para essa espécie o laranja, vermelho, amarelo, rosa ou preto.

Para dar mais destaque ao colorido, sobre suas cores se formam linhas brancas que são demarcadas por finas linhas pretas ao redor.

No entanto, esse peixe tem a cabeça curta e a boca pequena e seus dentes são pouco desenvolvidos.

Uma maneira que esse animal usa para se manter protegido é se escondendo entre os tentáculos da anêmona em que vive.

Eles podem medir até 10 cm e viver em torno de 6 a 10 anos em seu habitat.

Curiosidades sobre os peixes palhaços

Uma curiosidade sobre ele, é que todos os peixes nascem com órgãos sexuais masculinos, no entanto, eles são espécies hermafroditas.

Nessa espécie, as gônadas ou órgãos sexuais se desenvolvem primeiro como masculino e depois, sofrem mutação para o feminino, conforme as demandas do habitat.

Apesar de viverem em família, quem manda em tudo é a fêmea, elas são maiores e mais agressivas e protegem todo o bando.

Assim, todos os peixes na família são machos e existe apenas uma fêmea, depois dela, vem o macho reprodutor.

O macho reprodutor é o peixe que ocupa o lugar da fêmea quando ela morre, se transformando em fêmea também.

Cuidados com um Peixe Palhaço em cativeiro

Os principais cuidados que se deve ter não apenas com esse peixinho, mas com qualquer outro que vive em aquário é com o ambiente.

Eles precisam de um local calmo, tranquilo e arejado. Lugares com muito barulho não são adequados para nenhuma espécie.

O tamanho do aquário também é importante, principalmente quando existe mais de um peixe dividindo o mesmo espaço.

Ter um aquário maior vai garantir que os peixes não se estressem e tenham uma vida mais calma e duradoura.

A limpeza do aquário também deve fazer parte da rotina.

Sendo assim, o ideal é retirar qualquer resto de alimento para evitar a proliferação de fungos que podem adoecer o peixe.

Além disso, a água do aquário deve ser substituída quinzenalmente, sempre mantendo um pouco da antiga no recipiente, para que ele não se sinta deslocado.

Pomacentridae são peixes cheios de personalidade e temperamento impositivo

De fato, o Peixe Palhaço é muito inteligente, além disso, são espécies ágeis, mas estão entre as mais agressivas que existem na vida marinha.

Entretanto, se colocados em aquário, eles até podem viver juntos, desde que o local seja espaçoso o suficiente.

Essa espécie costuma ser agressiva com outros peixes e até mesmo com seus familiares. O ideal é colocá-los todos em simultâneo, no aquário.

No entanto, em aquário, se o primeiro peixe for uma fêmea, é bem provável que o segundo se transforme em macho.

Ele pode ser um tanto agressivo no início, mas desde que haja espaço suficiente e condições que não o estresse, eles podem se tornar até mesmo companheiros.

Qual a melhor dieta para o Peixe Palhaço?

Em seu habitat esses peixinhos costumam se alimentar de algas, zooplâncton e crustáceos.

Em síntese, peixes palhaço são onívoros, isso quer dizer que eles se alimentam tanto de outros peixes quanto de algas e plantas.

Quando cultivados em aquário, eles se dão bem com ração ou alimentos vivos, você pode alimentá-los uma vez ao dia.

É importante, no entanto, garantir uma quantidade ideal de alimento, para que não fique sobrando restos de alimento no aquário.

Principais doenças que um Peixe Palhaço pode desenvolver

Em suma, peixes palhaços costumam ser saudáveis, desde que sejam mantidos em condições favoráveis e bem alimentados.

No entanto, uma doença comum que costuma afetar principalmente os peixes dessa espécie é a Brooklynella hostilis (protozoário ciliado).

A doença se inicia nas guelras e se espalha pelo resto do corpo, isso ocorre quando o peixe está estressado e a imunidade baixa.

Ela aumenta a frequência respiratória e o peixe perde a coloração principalmente na cabeça e produz muco excessivo.

O que pode levá-lo a se esconder e se esfregar em plantas e pedras que estiverem no aquário na tentativa de se coçar.

O peixinho também fica mais letárgico e com os olhos opacos, as regiões afetadas podem perder as escamas e ter ulcerações.

Enfim, vimos aqui que o Peixe Palhaço é uma das espécies mais temperamentais que vivem na água.

Entretanto, vimos que são adaptáveis ao ponto de modificar sua condição sexual para atender as demandas do habitat.

Saiba mais sobre outros Peixes, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: FacebookInstagram e YouTube.

Você gostou de saber mais sobre a espécie de peixe do querido Nemo? Então compartilhe e não deixe de comentar!

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade