Saiba tudo sobre como cuidar e acalmar uma Cacatua

Conheça as curiosidades desse Pet!

A Cacatua

Cacatua, também chamada de Catatua em alguns países, são espécies de aves que gostam de agitação. O que mais gostaria de saber sobre elas?

Quando falamos sobre essa ave, podemos destacar que ela é uma ótima opção se você está pensando em adicionar um novo membro aviário à sua família!

Embora todas as aves tenham personalidades distintas, existem alguns traços comuns que percorrem a história, comportamento, temperamento e cuidados.

Mesmo que a maior referência seja a Cacatua Alba, existem mais de 20 espécies de cacatuas.

Aproveite e clique em inscrever-se em nosso canal no YouTube, acesse aqui.

Enfim, neste texto vamos falar sobre essa ave barulhenta e muito alegre, então acompanhe os seguintes subtítulos:

  1. Um pouco sobre a história da Cacatua
  2. O que a Cacatua come?
  3. Temperamento e comportamento da Cacatua
  4. Dicas para acalmar sua Cacatua
  5. Saúde e doenças comuns em Cacatuas que merecem atenção
  6. Quais os principais cuidados com a Cacatua?

Um pouco sobre a história da Cacatua

Existem mais de 20 espécies de cacatuas, cada uma com seus próprios comportamentos e personalidades.

Em síntese, são muito parecidas com os papagaios. Essas aves são Cacatuidade psitacídeos.

As cacatuas são altamente sociais e na natureza se alimentam em bandos de até 100 pássaros.

Essas aves são frequentemente brancas e são originalmente nativas do norte e leste da Austrália, Nova Guiné e Tasmânia.

As cacatuas têm longevidade de mais de 60 anos, ou seja, são uma das espécies que mais vivem na natureza.

Infelizmente, essas aves normalmente não vivem tanto em cativeiro – geralmente apenas em seus 30 e 40 anos.

Pois, muitas vezes não recebem nutrição adequada, exposição à luz solar ou ar fresco.

O que a Cacatua come?

As cacatuas precisam de uma dieta bastante variada, incluindo verduras, vegetais e frutas.

Com cerca de dois terços de uma dieta típica proveniente de pellets formulados nutricionalmente balanceados.

Lembrando que uma dieta exclusiva com sementes não é recomendada, já que elas são deficientes em quase todos os nutrientes vitais.

Então, as sementes não devem representar mais do que 10 por cento da dieta de uma cacatua.

Logo, é importante manter um foco maior em vegetais frescos, frutas, grãos e legumes cozidos.

Temperamento e comportamento da Cacatua

De fato, cada cacatua tem sua própria personalidade.

Algumas podem ser afetuosas, até “dóceis”. Outras, no entanto, podem ser muito agressivas e propensas a morder.

Essa mudança no comportamento ocorre quando se tornam sexualmente maduras após cerca de cinco a sete anos de idade.

Em geral, cacatuas são conhecidas por sua capacidade de se relacionar.

Embora essa característica possa ser maravilhosa em um animal de estimação, geralmente leva ao desenvolvimento de ansiedade quando são separadas do seu grupo.

Pessoas inexperientes em pets e em aves, propriamente, se dão muito bem com as cacatuas.

Entretanto, elas são barulhentas, lembrem-se disso!

Devido a sua constante necessidade de atenção, necessidade de muito tempo fora de suas gaiolas e tendência a gritar e gritar.

Mas, porque esses pássaros são tão barulhentos? Como posso acalmá-los?

Dicas para acalmar sua Cacatua

O maior fator, digamos contraditório, em possuir uma cacatua, talvez, seja o barulho.

De acordo com todos os especialistas, as cacatuas são muito, muito barulhentas.

Como se poderia imaginar, isso não só pode ser prejudicial para a audição, mas também extremamente estressante para o dono do animal e seus vizinhos.

Sendo assim, pense duas vezes antes de adotar uma cacatua, especialmente se você estiver em uma situação que não seja condizente com esse nível de ruído.

É possível amenizar o barulho? A resposta é sim. Mas você terá que se dedicar para isso.

Gritos excessivos podem ser atenuados se o proprietário estabelecer limites adequados com o pássaro quando ele é um bebê.

Se sua cacatua gritar muito alto, certifique-se de não recompensar inadvertidamente o grito.

Seja reconhecendo-o (gritando para o pássaro parar, por exemplo), seja voltando para a sala (o que reforça o mau comportamento)

Lembre-se que a punição para sua ave gritona, só vai reforçar o mau comportamento.

Porque os pássaros são barulhentos por natureza e não entendem essas consequências.

Saúde e doenças comuns em Cacatuas que merecem atenção

Se sua cacatua estiver produzindo sons incomuns, leve-a a um veterinário de aves exóticas para confirmar que não há um problema médico.

Além de fornecer ao pássaro saídas para gastar o excesso de energia, bem como estimulação mental adequada.

Como fornecer pássaros brinquedos para mastigar, de cores vivas, ou caixas que eles podem rasgar e encontrem uma guloseima dentro.

Então, se você está considerando uma cacatua de estimação, é vital estabelecer limites desde o início, quando eles são bebês.

Resista à tentação de lidar constantemente com seu pássaro como um bebê, pois, isso não é sustentável a longo prazo.

E acaricie sua cacatua apenas na cabeça, e não em seus corpos, à medida que se tornam sexualmente maduros.

As cacatuas molucas, por exemplo, são propensas a arrancar suas penas e não receber estímulo mental suficiente.

Outras doenças evidentes nessa espécie, incluem bico psitacídeo e doença das penas (PBFD).

Além de doenças do fígado gorduroso e obesidade, se você alimentar sua cacatua com uma dieta muito rica em gordura.

Quais os principais cuidados com a Cacatua?

As cacatuas também são conhecidas por engolir itens não alimentares e muitas vezes desenvolvem certas complicações na saúde.

Incluindo distúrbios reprodutivos como ligação de ovos, doenças do fígado e obesidade.

Como essas aves têm uma tendência a mastigar (e, portanto, engolir) outras coisas, além da sua comida, especialmente fios, móveis e tinta, exigem atenção.

Elas devem ser supervisionadas de perto sempre que estiverem fora de suas gaiolas.

Além disso, essas aves também produzem uma cobertura pulverulenta branca em suas penas, chamada de penugem, para protegê-las.

Este revestimento, portanto, pode atrair poeira.

O que de fato pode ser um irritante respiratório tanto para pessoas alérgicas a pássaros quanto para algumas outras espécies particularmente sensíveis, como araras.

Então, se você tem uma cacatua, manter a gaiola e sua casa limpa é fundamental.

Precauções gerais, como:

  • Lavar as mãos após manusear sua cacatua;
  • Trocar o papel da gaiola diariamente;
  • Usar um aspirador com um filtro de alta eficiência.

Podem ajudar a evitar a bagunça.

Dar um banho diário em sua cacatua ou borrifa-la com água também pode ajudar a conter a poeira das penas.

Vimos aqui várias coisas sobre cacatuas, mas certamente sua característica de pássaro barulhento é a que mais deve ser considerada na hora da adoração.

Visite nossa Lojinha, lá temos os melhores produtos para o seu Pet. Afinal, eles são muito especiais e sempre merecem um presentinho!

Saiba mais sobre outras aves, veja aqui.

Aproveite e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais sobre essas fofurinhas: Facebook e Instagram.

Fora isso, ele é uma excelente opção para deixar sua casa alegre e é claro, mais pessoas vão adorar saber disso, então compartilhe este texto!

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade